Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rio Pomba > 2019 > 09 > Campus Rio Pomba sedia evento nacional de formação de mestre queijeiro
conteúdo

Destaque

Campus Rio Pomba sedia evento nacional de formação de mestre queijeiro

por Comunicação Rio Pomba publicado: 27/09/2019 10h03, última modificação: 27/09/2019 10h03
Curso desenvolvido pelas empresas Globalfood e DSM, entre 9 e 12 de setembro, reuniu mais de 40 pessoas de oito estados.

O Campus Rio Pomba foi sede de evento nacional de produção de queijos entre os dias 9 e 12 de setembro. As empresas da área de produção alimentícia, Globalfood e DSM, escolheram o IF Sudeste MG para sediar, pela segunda vez, o Curso de Mestre Queijeiro. Mais de 40 pessoas de oito estados participaram do evento, que contou com aulas teóricas e práticas. “É excelente termos um espaço como este para aprimoramento de nossos clientes”, ressaltou o diretor de Divisão de Negócios da Globalfood, Jaime Dietrich.

#Pratodosverem: Várias pessoas sentadas em carteiras e apenas uma em pé. Ao fundo, a projeção de um filme.

“Esta é uma oportunidade para que as pessoas passem a nos enxergar de outra forma. Muitas não imaginam que numa cidade do tamanho de Rio Pomba há uma estrutura como a nossa. Os participantes comentaram que se surpreenderam com nosso laticínio e com as salas de aulas equipadas”, comemorou o representante do Campus na organização do evento e coordenador do curso de graduação em Ciência e Tecnologia de Laticínios, José Manoel Martins.

Como desenvolvedor de tecnologias da área alimentícia, Dietrich acredita que não há como incentivar seu negócio se não mantiver parceria com aqueles que desenvolvem pesquisas. E nada melhor que as instituições de educação para desenvolver este tipo de trabalho conjunto. “A gente vende tecnologia. Então temos que capacitar nossos clientes. Se eles não se atualizarem, vão perder espaços para as empresas maiores e internacionais. Temos que mudar a mentalidade, abrir os pensamentos de nossos produtores. E isso só é possível com a inovação desenvolvida nas universidades e institutos federais. É uma troca frutífera”.

#Pratodosverem: Participantes do curso sentados em carteiras azuis, olhando para a frente.

José Manoel concorda com o posicionamento do representante da Globalfood. Ele acredita que a parceria amplia as possibilidades tanto para a empresa, para os produtores quanto para o Campus. “Queremos que nos vejam com um olhar diferenciado. Como eles são fornecedores de outras empresas, conseguimos construir uma rede. Isso pode facilitar a indicação de nossos alunos para estágio e emprego. Com eles aqui, temos acesso mais rápido às novidades da área, o que também nos capacita e atualiza.

Por conta da parceria, José Manoel foi convidado para elaborar um livro junto com os palestrantes, reunindo o conteúdo dado durante o curso. “Eles não têm material didático, apenas as apresentações. Por sugestão dos participantes, decidiram colocar no papel aquilo que foi ensinado durante o curso”.